Logo da Álamo

Literatura

O Rio Pelo Alto

Editora: ID Cultural
Apresentação: Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro e Secretaria Municipal de Cultura
Organização e textos: Patricia Pamplona
Abertura: Brigadeiro do Ar Márcio Bhering Cardoso
Prefácio: Joaquim Marçal Ferreira de Andrade
Edição: 1
Ano: 2014
156 páginas

O Rio Pelo Alto apresenta 90 imagens raras: fotografias aéreas feitas nas décadas de 1930 e 1940 pelos observadores - fotógrafos da Escola de Aviação Militar – incorporadas em 1941 à Aeronáutica e que hoje fazem parte do acervo do Museu Aeroespacial. A organização e os textos são da jornalista e pesquisadora Patricia Pamplona, o prefácio é de Joaquim Marçal Ferreira de Andrade, pesquisador da Divisão de Iconografia da Biblioteca Nacional e um dos principais historiadores da fotografia brasileira, e o texto de abertura é do Brigadeiro do Ar, Márcio Bhering Cardoso, diretor do Museu Aeroespacial. O livro é dividido em quatro regiões da cidade: Centro, Zona Norte, Zona Oeste e Zona Sul e os textos trazem comentários com informações sobre cada fotografia, incluindo dados das obras, estilo arquitetônico e nome dos arquitetos responsáveis. Os textos ainda permitem uma reflexão sobre as mudanças por que passou a cidade.


Onda Infinita

Autor: Beto Martins, Ronaldo Bastos
Editora: Zahar
Edição: 1
Ano: 2013

Em formato de um vinil de 10 polegadas, o livro “Onda infinita” reproduz o material iconográfico referente à confecção de mais de 70 Cds - incluindo capas, contracapas, encartes, ilustrações, fotografias e créditos musicais. Como se estivessem expostas em uma galeria de arte, as capas concebidas pela Dubas/6D agora estão à disposição dos sentidos se deixando observar por novos ângulos, em formato maior e em série, o que revela o conceito de cada trabalho em sua amplitude assim como a unidade dessa criação coletiva. Junto a elas, o leitor tem o privilégio de participar de seus bastidores através de textos. As páginas de Onda Infinita carregam declarações de amor à arte e ao que de mais sublime a junção música e imagem pode proporcionar aos sentidos.


Paraísos Secretos - 2012

Texto: Bernardo Vilhena
Fotografias: José Caldas l Marcos Amend l Tom Alves
Editora Arte Ensaio
Texto Bilingue l Português e Inglês

Uma seleção de fotografias de lugares paradisíacos pouco conhecidos no Brasil. Fugindo do lugar comum,o livro apresenta caminhos desconhecidos que levam a cantinhos surpreendentes do nosso país.


De Braços Abertos – Cristo Redentor 80 anos

O livro traz a verdadeira história deste grande ícone, que em 2011 completa 80 anos. O livro reúne todos os escritos do autor e construtor do monumento, Heitor da Silva Costa, que até então só existiam no acervo pessoal da família Silva Costa, bem como documentos de época, cartas originais, manuscritos e todo um rico acervo de materiais que se referem à imagem do Cristo até os dias de hoje.

Réptil Editora

Especificações gráficas: Capa dura 224 páginas – bilíngüe


Desenhos – José Bechara – 2010

Apresentação: Marcelo Rocha
Texto crítico Fernando Cocchiarale
Edição trilíngue (Português, Espanhol, Inglês)

O livro “Desenhos – José Bechara” possibilita ao leitor acompanhar o início do processo criativo do artista. Os ensaios de traços, os rascunhos das pinturas e esculturas nascem do exercício do artista de tangibilizar suas idéias em papel, antes de iniciar sua construção – sendo o registro de como uma idéia artística precisa ser trabalhada pelo seu próprio criador até que ganhe corpo. Além de um registro histórico do trabalho do artista, “Desenhos – José Bechara” permite ao leitor interessado iluminar o universo da criação, conhecendo mais sobre a construção de obras premiadas e mundialmente renomadas.


Ilhas – reimpressão 2008

Fotografias: Gustavo Malheiros / Texto e Pesquisa: Eduardo Junqueira
Formato 28 cm x 28 cm, 204 páginas

Livro de arte com ensaios fotográficos sobre cinco belíssimas ilhas brasileiras (Fernando de Noronha, Ilha Grande, Ilha de Santa Catarina, Marajó e Trindade). Finalista do 15° Prêmio Fernando Pini de Excelência Gráfica na Categoria Livros Culturais e de Artes (2005) e lançado na Canning House (Londres, 2005) com o apoio da Embaixada Brasileira.


Empresas mais que centenárias – 2007

Texto e Pesquisa: Eduardo Junqueira
Formato 23 cm x 28 cm, 168 páginas

Com imagens de arquivo e pesquisa minuciosa, o livro traz um panorama das empresas brasileiras com mais de cem anos de existência, tentando assim, desvendar o segredo de sua longevidade.


As grandes personagens da história do cinema brasileiro – Volume 3 – 2006

Textos de Eduardo Giffoni Florido e Flavio Leandro de Souza

Editora Fraiha

Concebido com o intuito de prestar uma homenagem aos grandes realizadores do cinema no país, este livro – que integra uma coleção dedicada ao assunto – abrange não só a vida pessoal e as carreiras de alguns dos principais atores que fizeram sucesso entre 1970 e 1979, como também homenageia pessoas que contribuíram para a realização dos filmes, como produtores, músicos, cenógrafos, críticos, roteiristas e até mesmo investidores e apaixonados pela sétima arte. Ao todo, 84 personagens são revelados ao leitor através de uma biografia resumida e fotos em preto-e-branco.


Foi no Carnaval que passou – 2006

Fotografias: Gustavo Malheiros
Formato 28 cm x 28 cm, 180 páginas

Este livro é o resultado do trabalho de quatro anos do fotógrafo Gustavo Malheiros fotografando o Carnaval carioca.


Navios e Navegantes – 2004

Textos e pesquisa: Eduardo Junqueira

Editora ArteEnsaio

Aspectos curiosos e instigantes da psicologia e da antropologia são questões que os mares, a navegação e os navegantes podem suscitar. Todas elas fazem parte do plano de fundo desta obra, que retrata o mar: ora como um grande fundo de riquezas naturais, que deve ser explorado sem nenhuma restrição, ora como a peça fundamental de um quebra-cabeças do meio-ambiente, que deve ser preservado.


O Livro das Águas – 2003

Fotografias: Gustavo Malheiros
Formato 23 cm x 28 cm, 176 páginas

Livro de arte com coletânea de imagens e textos que apresentam as águas brasileiras através de ângulos fotográficos e abordagens inesperadas realizadas pelo renomado fotógrafo Gustavo Malheiros.


Lapa do Desterro e do Desvario – 2001

Organização: Isabel Lustosa

Editora Casa da Palavra

Reunião de contos e textos sobre o bairro carioca da Lapa, escritos por um time de estrelas: Aluízio Azevedo, Arthur Azevedo, João do Rio, Lima Barreto, Benjamim Costallat, Wilson Batista, Orestes Barbosa, Ribeiro Couto, Noel Rosa, Carlos Drummond de Andrade, Luis Martins, Manuel Bandeira, Francisco de Assis Barbosa, Vinicius de Moraes, Moacir Werneck de Castro, Herivelto Martins, Moacir Andrade, Antônio Maria, Mário Lago, Madame Satã (João Francisco dos Santos), Fernando Sabino, João Antônio, Rubem Fonseca, Aguinaldo Silva.


Mapa do Maravilhoso do Rio de Janeiro – 2001

Beatriz Jaguaribe

Editora Sextante

Livro que intercala poesias e fotografias relacionadas ao Rio de Janeiro, abordando, entre outros temas, o povo, o Carnaval, as belezas naturais e a Religião. Com poesias de Carlos Drummond de Andrade, Cecília Meireles, Manuel Bandeira, Murilo Mendes, Oswald de Andrade e Pablo Neruda e acervo fotográfico do Instituto Moreira Salles, Arquivo JB, Museu da Imagem e do Som e Museu Histórico Nacional.


Museu da Imagem e do Som – Rastros de Memória – 2000

Ricardo Cravo Albin

Editora Sextante

A obra conta a história do pequeno e bravo Museu da Imagem e do Som, situado no Centro Histórico do Rio de Janeiro. Seu autor, o escritor Ricardo Cravo Albin, tem autoridade para isto: foi o seu primeiro diretor de 1965 a 1971, e também quem conduziu o museu nas costas naqueles anos turbulentos, em que tudo parecia contribuir para destruí-lo.


Notas de Viagens – 2000

Pereira Passos

Editora Sextante

Polêmica. Essa era uma das principais características da administração de Pereira Passos no Rio de Janeiro, entre 1902 e 1906, e que promoveu a reurbanização total da cidade. Em Notas de Viagens são revelados diversos aspectos da personalidade do ex-prefeito, que após deixar o governo viveu na Europa, e de lá enviava cartas ao amigo e diretor de obras em sua administração, Américo Rangel. Lançada inicialmente em 1913 com o título Cartas a um amigo, a obra contém descrições técnicas de todos os locais visitados por Pereira Passos na Europa, nas quais ele traça um paralelo com o Brasil e seus problemas, numa tentativa de alertar a sociedade brasileira de seu atraso.